Processos para contemplação de um consorcio

O consórcio é o grande sonho de todo comprador de imóveis, e você poderá ter isso também. Se você não quer ter complicações posteriores ou problemas com o regime de contratação, a informação nunca é demais.

Você deve entender tudo sobre o contrato para que o seu sonho saia como o esperado. Mas fique calmo, não é difícil. Aqui, vamos te explicar de maneira simples e com detalhes tudo o que você precisa saber sobre consórcios e sobre o processo para obter um consórcio contemplado.

Entendendo o sistema de consórcios

Quando entramos em um consórcio, estamos ao lado de pessoas físicas ou jurídicas que tem o interesse de adquirir um serviço ou um bem material. Essas pessoas se encontram em um grupo no qual você também estará presente.

Com a ajuda desse grupo, tudo se torna mais fácil. Você só precisa contribuir com um valor mensal para que seu sonho esteja cada vez mais próximo.

Como todos mantêm uma contribuição, o resultado é como uma poupança comunitária, que gera muita valorização. Desse modo, você pode comprar o bem de interesse sem gastar o valor integral.

Você não precisa, por meio de um consórcio, se preocupar em juntar o dinheiro antes de fazer a compra. Não há, além disso, a questão do acúmulo de grandes dívidas após a compra.

Sabemos que isso pode ser desesperador, e o consórcio foi pensado exatamente para atender ao sem bem-estar e às suas vontades. É mais fácil se unir a pessoas que têm desejos semelhantes aos seus.

Como entrar em um consórcio

Existem diversas maneiras de entrar em um consórcio. Primeiramente, você deve definir os seus objetivos: qual é o tipo de serviço que você está procurando? Qual o bem material que você deseja?

Esses elementos devem ser pensados, pois você precisará checar se existe um consórcio daquilo que você quer, com os planos para o seu bem ou serviço.

Esses planos ainda devem estar de acordo com as condições de pagamento do contribuinte. Lembre-se de que você deverá pagar a sua parte em períodos mensais. Por isso, não opte por um consórcio com valores muito altos.

Não se preocupe, pois consórcios com bom custo-benefício são muito famosos. Itens de grande valor, como casa, são os principais alvos desses sistemas comunitários. E sabemos que todos têm o sonho de uma casa própria.

Para a sua pesquisa, sugerimos que procure por uma administradora de consórcios. Não se esqueça de que ela deve ser reconhecida pelo Banco Central do Brasil. É interessante que não existam reclamações em sites ou órgãos que trabalham na defesa do consumidor.

Para poder entrar em um consórcio como contribuinte, você deve ter mais de 18 anos de idade completos. O processo legal é o mesmo usado em contratos entre duas pessoas, o que o torna mais simples.

Como obter uma contemplação

Todos querem ser contemplados com uma carta de crédito. Sabemos que é disso que se trata a entrada em um consórcio. Mas esse processo leva algum tempo. Por sorte, não é muito longo o período entre a não contemplação e a contemplação.

Os consórcios contemplados, entretanto, nunca começam dessa maneira. Todo consórcio que adquire essa posição já foi uma compra não contemplada.

Você só pode contemplar uma cota de consórcio, que você possui, depois de algum tempo e por meio de alguns processos. Vamos entender melhor esses detalhes a seguir.

Processos para obter a contemplação

Depois que você já decidiu o consórcio em que você irá entrar, e depois de contribuir com a sua cota, você deve esperar para ter a carta de crédito contemplada em mãos. E acredite, essa é um dos melhores resultados que podemos obter.

O primeiro dos processos de contemplação é a chamada contemplação por sorteio. Dessa maneira, uma cota é selecionada para que sua compra seja realizada. É dessa maneira que você terá o seu bem ao final do processo.

Entenda melhor todo o processo e a definição dessa modalidade, para que você saiba de todas as suas opções.

O segundo processo é chamado de contemplação por lances. Nesse tipo de processo, o consorciado pode dar lances. Esses lances servem como uma forma de adiantamento de parcelas futuras. Você, então, entra em um procedimento de escolha dos melhores lances de uma compra.

É importante lembrar que o valor mínimo de um lance é determinado pela administração do consórcio ou pelo tipo de contrato que foi feito. Normalmente, o valor do lance deve ser suficiente para que uma nova versão do bem de interesse seja adquirida.

Quer saber mais sobre contemplação de consórcio? Então, continue lendo nosso artigo que vamos explicar de como funciona o lance.

Ofertas na contemplação por lance

Quando o lance é fixo, o valor é determinado como uma porcentagem, sempre definida pelos administradores. Geralmente, essa porcentagem é uma porcentagem de crédito. Ela deve ser definida antes do contrato e explicita ao cliente na hora do acordo inicial.

Quando o lance é livre, não há essa definição dos valores. Não há, também, um sistema de valores máximos. Você deve, apenas, definir o número de cotas antes do começo da assembleia de contemplação.

Por fim, quando o lance é embutido, você usa parte do crédito acumulado como uma oferta para recebimento de sua carta contemplada. Você vai receber o valor integral do crédito com a retirada da parte investida no lance.

Essa versão de lance é diferente do chamado lance com recursos próprios. Nesse sistema, o consorciado investe o próprio dinheiro em uma oferta.

Em todos os casos, se você for dono do lance vencedor, receberá a sua carta de crédito contemplada. Depois disso, basta retirar o valor arrecadado para comprar o seu bem.

O processo inteiro se resume a isso? Sim. Em ambos os meios de conseguir ser contemplado, você poderá retirar o valor integral se for o beneficiado.

Isso é dinheiro rápido e fácil em suas mãos. Melhor ainda, você possuirá um dinheiro justo, fruto das suas contribuições em um sistema unificado e funcional.

No votes yet.
Please wait...
Voting is currently disabled, data maintenance in progress.